Links Quebrados!

Olá, Galera...
Mandem seu pedido e informação sobre os links para: jqrc2005@yahoo.com.br ...E se você quer nos ajudar, traduzindo, diagramando, transcrevendo, restaurando, revisando ou escaneando, mande uma mensagem pro mesmo e-mail!

...Pessoal, acompanhe a Cronologia e Baixem também minha Planilha de Excel com a Cronologia Numerada para localização dos Gibis e Links... e Uma Boa Leitura a Todos!

Aquiles Grego

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Texto de Escritores Marvel n. 002

UMA HISTÓRIA INFORMAL DO CONAN DE
ROY THOMAS E BARRY WINDSOR-SMITH

Os Quadrinhos são um contador de histórias.
Na verdade é nisso que se resume.
O escritor e artista moderno de HQ, trabalhando em conjunto
Ou sozinho, são a equivalência moderna dos trovadores
Que se utilizavam da música lírica para cantar as glórias de
Camelot e da queda da poderosa Tróia – os bardos poetas
Irlandeses que cantavam sobre Cuchulain e Conchobar e
Toda lenda Gaélica rica e impronunciável – os antigos e
Coloridos Jornais norte-americanos narravam as espirituosas
Façanhas de Buffalo Bill, Davy Crockett, e Daniel Boone.
Este é o motivo, quando a Marvel Comics adquiriu o
Direito de continuar a saga de Conan o Bárbaro, eu
Aproveitei para lançar a qualidade artística única de Barry
Smith, que era nativo de Londres e estava apenas começando
A fazer seu nome no mundo fantástico dos quadrinhos.
Escolhi-o, é claro, porque ele, como eu, adora contar
Histórias, e não apenas desenhar uma variedade de painéis
Sem sentido e conteúdo, exibindo sua técnica.
De qualquer forma, ninguém ( incluindo o suspeito, no caso
Barry mesmo! ) poderia imaginar, que poucas edições depois,
De CONAN O BÁRBARO, iriam transformar o jovem mestre
Smith no Alphonse Mucha das revistas em quadrinhos, com
Fundos ornamentados e uma linha de trabalho que faria
Inveja em qualquer artista da “Art Nouveau”.
No entanto, apesar de tudo, Barry nunca deixou de lado
O bê-a-bá deste ramo: contar uma história.
Robert E. Howard era alguém assim – se a história negocia
Com um ascendente social como Conan ou Kull, ou um
Monstro rastejante Lovecraftiano, ou ainda, um conto de seu
Amado Texas.
Talvez, apesar da discordância de alguns leitores, esse trio
Se completa. Barry e eu acreditamos que sim.
Certamente, não há dúvida que Conan, criou um novo tipo
De história em quadrinhos.

Porque vejamos, não menos que cinco dos vinte e dois
Histórias foram nomeadas como “Melhor história do Ano”
Pela Academia de Artes de História em Quadrinhos.
Barry e eu estamos especialmente orgulhosos, imagino,
Não só pelo fato de “A canção de Red Sonja” finalmente ter
Vencido o cobiçado ACBA award – mas também abocanhou
Quatro das cinco nomeações de contos originais feito por nós,
Sem adaptações.
Para fechar a Conta, CONAN THE BARBARIAN, foi
Nomeada à de 1970-1973 para Melhor Revista do Ano pela
ACBA, ganhando o prêmio em 1972. Durante esse mesmo
Período, Conan continuou a angariar votos dos fãs, como
Personagem e título favorito.
Como diz a Senhora Smith – esse Cimério Robusto fez
Bem para gente.
Primeiro em 1971, Barry foi premiado como novo talento pela
Academia. Nós anos seguintes, ele foi indicado como melhor
Desenhista. Igualmente, eu fui indicado como melhor escritor
Em todos esses anos e venci em 1972.
Os awards, é claro, não contam toda a história.
O importante da coisa – o que é verdadeiramente importa
Sobre um HQ – é se uma grande parte do público ( como
Você, caro leitor ) gostam do trabalho do escritor e do
Artista, fazendo com que continuem a comprar as mesmas.
Há uma circunstancial evidência sobre isso, se não vejamos,
O grande comprador de gibis não o faz devido a plástica do
Cimério. As vendas foram fabulosas no primeiro número (
Incrível, não? ), declinando gradualmente até o número 7,
( Causando possivelmente seu cancelamento, pois seu escritor
Não administrou passionavelmente seu texto, e arrumando isso
No outro dia, todos viveram felizes para sempre! ) – apanhando
Até o numero 8, mas voltando a ser mensal, alguns meses
Depois, a assim tem sido desde então.
De fato, sobre a batuta de Smith, Gil Kane e agora John
Buscema, CONAN THE BARBARIAN, tem gradualmente se
Levantado, se tornando o mais popular personagem da
Marvel, sendo o mais vendido.
Mas essa é outra história.

Bem, não totalmente.

O Porque Do Impacto da primeira edição, se deve ao
Fato de Nosso herói ter estreado em nossa revista preto-
e-branco sem super-heróis, SAVAGE TALES 1, em 1971.
A experiência foi prematuramente abortada pela administração
Anterior, mas revivida em 1973-74 com a adaptação em duas
Partes, feitas por mim e Barry de “A Cidadela dos Condenados”,
Um dos mais longos e famosos contos de Conan, e que foi
Apresentado pela primeira vez em cores.
De qualquer maneira: desde então, o tempo tem se movido
De forma misteriosa e inexorável.
Barry havia partido, e se dedicado a fazer pôsteres e l
Litografias,etc. ( como aparece na capa desta Treasury
Edition ), tem ele trabalhado também na adaptação do Conto
da Bretanha Romana, “Vermes da Terra”, que poderá ser
vista em uma publicação marvel em 1975. Enquanto eu,
vi Conan crescer gradualmente de um título bimestral;
calçando minhas sandálias da humildade; para não menos
que 23 edições por ano, em quatro diferente formatos e
tamanhos ( CONAN THE BARBARIAN, GIANT-SIZE CONAN,
SAVAGE SWORD OF CONAN, e esta edição especial ).
Barry passou de um artista puro para um artista/empresário;
Eu passei de escritor para editor-chefe e depois para escritor/
Editor de meu próprio material ( dando ênfase a outras revistas,
Mas continuando a entregar meus editoriais ).
Nada fica como era.
É desta maneira que as pessoas criativas são: Nada termina
De forma definitiva. Sempre arrumando, mudando, alterando
E tentando improvisar as coisas.
As histórias? Elas falam por si próprias – e se você não
Pode saboreá-las antes, prove agora destas epopéias
Mirabolantes. Então vamos lá que já esta na hora de
Começar!
A gente se vê na Era Hiboriana!

"Mestre" Roy Thomas

Extraído de "Marvel Treasury Edition n. 004"
Tradução e Adaptação: Aquiles Grego

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...