Links Quebrados!

Olá, Galera...
Mandem seu pedido e informação sobre os links para: jqrc2005@yahoo.com.br ...E se você quer nos ajudar, traduzindo, diagramando, transcrevendo, restaurando, revisando ou escaneando, mande uma mensagem pro mesmo e-mail!

...Pessoal, acompanhe a Cronologia e Baixem também minha Planilha de Excel com a Cronologia Numerada para localização dos Gibis e Links... e Uma Boa Leitura a Todos!

Aquiles Grego

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Sargento Fury v1 006

"As Presas da Raposa do Deserto" (1964)
... Com Vocês, mais uma edição da série que está bombando entre o Povo das Scans! Fury e seus selvagens enfrentando Rommel, o maior dos generais de Hitler!!! Imperdível... Mais uma atração liberada pela dinâmica equipe ERA MARVEL!!!! Boa Leitura!... e tome muita água... no deserto, nunca se sabe, eheheh!... e como encarte mais um "NOTÍCIAS DO FRONTE" produzido pelo correspondente de guerra, Nano Falcão!
SGT006
Catalogado na Seção Pré-Cronologia!
Scan: Baú da Marvel, HQ Vintage, Arte HQS e Blog do Grego
Tradução: Torak (... na Retarguarda, esperando os Nazistas, pra "metê" fogo!)
Diagramação: Digaun (... Levando prisioneiros alemães pro xilindró!)
Revisão: Nano (... Enviando "Notícias do Fronte" ao Comando Central!)

4 comentários:

  1. parabens por mais esta
    masss.... cuidado com o media...
    rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Uma das hqs mais difíceis que eu já traduzi, realmente Fury é um desafio. Mas como gosto de um desafio hehehe vamo mandá bala na "fúria" kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Uma coisa que me chamou a atenção foi a discussão sobre racismo. Isso estava longe de ser comum numa revista publicada em 1964 (em plena efervencia dos movimentos civis). Só pra lembrar que até então, nem Marvel nem DC tinham ainda criado nenhum super-herói negro. De fato, o primeiro personagem negro relevante nos quadrinhos foi o próprio Gabe Jones, membro do Comando Selvagem. E, apesar de muitos autores de quadrinhos serem judeus, até Izzy Coen, poucos personagens tinham sua etnia assumida. O padrão era ser Wasp (White angle-saxonian protestant), como se diz lá nos EUA. Nesse sentido, esse gibi foi pioneiro, na questão multi-étnica.

    ResponderExcluir
  4. portanto, nano, mas um motivo para admiração desta histórica edição! eheheh...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...